ONU dá início a mais uma campanha contra a poluição dos oceanos

Resultado de imagem para ONU dá início a mais uma campanha contra a poluição dos oceanos

Você sabia que muito do lixo que você produz na sua casa vai parar no mar? Pois então fique sabendo, o lixo plástico é um dos maiores se não o maior poluidor dos oceanos. Para tentar diminuir esse impacto, a Organização das Nações Unidas (ONU) criou uma campanha batizada de “Mares Limpos”.

A campanha da ONU é uma iniciativa global para cobrar medidas concretas contra a poluição das águas. O objetivo da campanha é realizar ações durante cinco anos para o combate de plásticos lançados nos oceanos que recobrem 71% de todo o planeta. Derivado do petróleo, o plástico é um material que demora séculos para se decompor colocando em risco a biodiversidade marinha.

Por ano mais de 8 milhões de toneladas de plásticos chegam aos oceanos, é como se a cada minuto a carga de um caminhão de lixo repleta de plástico fosse despejada no mar. A maioria desse lixo marinho é proveniente de microesferas de polietileno utilizadas na fabricação de cosméticos e produtos de higiene, e também os produtos plásticos descartáveis.

As embalagens de alimentos de produtos em geral, além das polêmicas sacolinhas plásticas são as grandes vilãs desta história. Além de não descartá-las de forma correta para reciclagem, o consumidor desconhece o impacto ambiental causado pelo plástico. As pessoas acabam utilizando as sacolas para colocar o lixo na rua, colocar o coco do cachorro, para jogar fora depois como lixo.

A ONU acredita que se não houver controle desse tipo de poluição até 2050, teremos mais plásticos do que peixes e 99% das aves marinhas terão enjerido material plástico. No Brasil, além das políticas públicas é preciso uma mudança no comportamento do consumidor.

“É preciso educar o consumidor para o grande volume que representam as embalagens no total do consumo, e que essas embalagens precisam ser recicladas. Elas devem ser recicladas para não acontecer esse problema de poluição nos mares, mas também porque é um grande benefício para o meio ambiente. Devemos fazer isso. A reciclagem é uma necessidade e é uma oportunidade”, explica o diretor do Instituto Akatu, Helio Mattar.

“Precisamos nos conscientizar desde já, não haverá mais tempo para podermos esperar que algo seja feito, se não fizermos agora os resultados se tornarão irreversíveis e as próximas gerações de seres humanos irão pagar a conta”, disse o diretor do instituto.

Além da grande contaminação dos oceanos e mares do mundo todo, nosso total de área verde também está degradado a ponto de muitas espécies de plantas e animais já terem sucumbidos. Nosso planeta é constituído 70% de água em sua superfície, para conseguirmos o feito de poluir toda está imensidão, prova-se que o homem não é um ser consciente do ambiente que existe ao seu redor.

“Na verdade, o homem é um rio poluído. É preciso ser um mar para, sem se poluir, poder receber um rio poluído”, já disse Nietzche.