Copa do Mundo de 2018 trará a cultura brasileira como destaque

Na Copa do Mundo FIFA de 2018, que será realizada na Russia, a cultura brasileira estará em destaque. Uma série de projetos serão levados para a capital russa, pelo Ministério da Cultura junto com setores públicos e privados. A programação cultural brasileira será desfrutada por russos e demais estrangeiros durante o evento que durará de 14 junho a 15 julho de 2018.

As propostas culturais do evento, foram enviadas para o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. E tratam-se da ideia de sugestões de composição do evento, sejam as únicas apoiadas pelo governo, que incluem conteúdo e difusão cultural. O projeto pretende beneficiar a cultura e a arte do Brasil, que ajudará a promover o país como destino turístico, ajudará no estímulo da plataforma de negócios junto a economia criativa e aumentará os soft power do Brasil no mundo todo. “Faremos um arranjo de parcerias entre diversas esferas do governo, incluindo conteúdo, recursos etc. Do nosso ponto de vista, o programa deve frisar uma plataforma de difusão cultural. A cultura é o nosso ativo” disse o Ministro.

O espetáculo contará com atrações culturais, apresentações musicais, circo, danças, exposições, gastronomia que ocorrerá no espaço Moscou, mais conhecido como Casa Brasil. Na reunião o CEO da Publicis Groupe estava presente, Gustavo Herbetta, que trouxe uma proposta para o espaço que inclui algumas atrações interativas, hospitalares, show e comércio de produtos. Gustavo disse que quer viabilizar a cultura do Brasil e fomentar os negócios. Para ele essa é uma grande oportunidade de entendimento do nosso povo através do nosso maior embaixador, o futebol.

Uma programação rica e intensa poderá ser disponibilizada no local, e para Sergio Ajzenberg, presidente da Brasil, Música e Artes, o objetivo é promover um tipo de jogos Culturais 2018, e aumentar o laço entre dois povos. Existe um espaço para apresentações grandes, negociações e entendimento. Eles pretendem levar 350 pessoas, entre elas artistas e empresários. Para Marcelo Alves, presidente da Riotur, essa é uma oportunidade de promoção do país como destino turístico.

Outros a participarem da reunião, foram Jonathas Abrahão, diretor do grupo águia, Adam Jayme de Oliveira Muniz, diretor do Departamento de Produção Internacional do MinC e Fabrício Tanure, assessor especial do Ministro.