Arrecadação das bilheterias de cinema conquistam novo recorde em 2016

A arrecadação das bilheterias de cinema mundial alcançou um recorde histórico no ano de 2016 ao arrecadar cerca de US$ 38,6 bilhões, segundo consta no novo relatório divulgado no início de março pela Associação do Cinema dos EUA (MPAA.

O estúdio que teve a melhor arrecadação em 2016 foi a Disney,  com mais de 7 bilhões de dólares,  quebrando mais um recorde por ser o primeiro estúdio cinematográfico a superar essa marca em um mesmo ano.

Para conseguir esse feito, a Disney foi a responsável por lançar cinco filmes entre os dez que tiveram a maior bilheteria do ano. No primeiro lugar do ranking está o terceiro filme da franquia de longas do Capital América, Capitão América: Guerra Civil, que arrecadou cerca de US$ 1,15 bilhão pelo mundo, de acordo com números divulgados pelo site BoxOfficeMojo. Na sequência, está o filme Rogue One: Uma História Star Wars, que conseguiu US$ 1,05 bilhão e em terceiro e quarto estão duas animações de sucesso do estúdio, Procurando Dory e Zootopia, com cerca de US$ 1,028 bilhão e US$ 1,023 bilhão, respectivamente. Para finalizar a lista dos cinco filmes mais lucrativos da Disney em 2016 temos o remake de Mogli em versão live action, com aproximadamente US$ 966 milhões arrecadados.

Apesar do faturamento pela venda de ingressos ter estabelecido esse novo recorde em escala global, o crescimento apresentado em 2016 esta visivelmente desacelerado quando comparado ao crescimento nos anos de 2014 e 2015, que foram de mais de 5%. O recorde anterior, por exemplo, havia sido registrado em 2015 e era de US$ 38,4 bilhões.

A arrecadação obtida nos mercados dos Estados Unidos e no Canadá, os maiores do mundo, foi de aproximadamente US$ 11,4 bilhões em 2016, um pouco superior aos US$ 11,1 bilhões do ano de 2015, um aumento de cerca de 2%. Em contrapartida, a renda das salas de cinema no restante do globo teve uma ligeira queda de US$ 27,3 bilhões, arrecadas em 2015, para US$ 27,2 bilhões no ano se 2016. Esses números foram diretamente influenciados pela queda de 1% nas arrecadações de bilheteria na China, um mercado que estava há mais de uma década apresentando crescimentos substanciais.

Apesar dessa queda, a China se manteve no ano de 2016 como o terceiro país com a maior arrecadação nas bilheterias, com cerca de US$ 6,6 bilhões, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e Canadá. Na sequência entre os países que mais arrecadaram estão o Japão com US$ 2 bilhões, a Índia com US$ 1,9 bilhão, o Reino Unido com US$ 1,7 bilhão e a França com US$ 1,6 bilhão.